Fala do Jornalista Raimundo Marinho


Fala do Jornalista Raimundo Marinho

Por: Redação do Jornal da 88

Jornalista RAIMUNDO MARINHO
Adaptação da fala na Rádio 88 FM, dia 25.10.2023

Voltando à Câmara Completo hoje, como anunciei, a análise de falas da sessão do último dia 20, na Câmara de Livramento, onde tudo parece voltado para os votos, ano que vem! Alguns agem até de forma repulsiva, como Aparecido Lima, ao dizer que a adutora para o Distrito de Iguatemi custou R$15 milhões! Mentira! Conforme está no Diário Oficial do Estado, de outubro de 2020, foram pouco mais de R$4 milhões. Também não é verdade que a falta d’água lá é causada só por não ter um transformador da Coelba com energia para fazer bombeamento. Na verdade, como temos dito, falta é água tratada suficiente! 

Embasa crucificada O nobre vereador Aparecido Lima disse que o contrato com a Embasa precisa ser fiscalizado e, se for o caso, rescindido, só porque a rua dele foi afetada! Em aparte, o seu colega Márcio Alan frisou que já pode ser rescindido, pois foi renovado, por 30 anos, e que a má qualidade dos serviços continua! Faltou dizer que a renovação foi fraudulenta, sem cumprir requisitos de validade, como o PMSB (Plano Municipal de Saneamento Básico), previsto na Lei Nacional do Saneamento Básico. Com o aval da própria Câmara, foi usado, indevidamente, o chamado plano setorial, que não consta como exigência legal, para validade do contrato de concessão. 

Manobra na Câmara O que chamo de velhacaria oficial livrou a Embasa, por 30 anos, da concorrência prevista no Novo Marco Legal, que tramitava, em 2019, no Congresso Nacional, mas hoje já aprovado. Os vereadores lagartixas do prefeito, como eram chamados pelo então também vereador João de Ogum, concordaram com tudo, entre eles, Aparecido Lima, que era o presidente da Câmara. Há 25 anos, a Embasa vem ignorando a cláusula sobre a coleta e tratamento do esgoto! E já está inadimplente com as metas para 2019-2022! Vereadores e prefeito, de forma conivente, nada fazem! Falar agora em rescindir contrato é fanfarronice para enganar eleitor desinformado e besta! E não dizem quem faria os serviços?

A nefasta politicagem Eu critico muito a atuação da Embasa, mas ela não faz certo porque não deixam. É talvez uma das melhores do país, no setor! Mas é empesteada pela praga da nefasta politicagem, que não a deixa funcionar como deveria! Foi blindada, agora, contra a nova lei, que acabaria com isso, trazendo concorrência e atraindo investimentos para ampliação dos sistemas e, claro, o aumento da oferta de água tratada. Em Livramento, Aparecido Lima ajudou a dificultar isso! E, agora, está reclamando do que ele ajudou a plantar!

Para refletir Toda dificuldade na vida há uma solução! Começo, assim, a reflexão de hoje, já com a moral da história, que, mais uma vez, adaptei do site “historias que minha avó contava”. Sempre é preciso sair do quadrado e enxergar a realidade! Sacudir a inteligência, purificar a mente e o espírito, para poder receber a inspiração divina! A historinha que recolhi, de origem árabe, diz: Certa vez, várias espécies de pássaros resolveram dar uma festa. O pássaro que distribuiu os convites, descuidadamente, deixou um cair justo na toca da raposa. 

Como se sabe, raposa adora almoçar uma ave! Assim, essa festa seria inesquecível para ela, que guardou o convite cuidadosamente! Ao saberem do ocorrido, os pássaros organizadores da festa, certos de que boa parte das aves seria comida, ou, na melhor das hipóteses, escorraçada, pela raposa, não viram outra alternativa, a não ser cancelar a tão esperada festa. Mas a garça, certamente melhor antenada com a vida, interveio e disse: “Por favor, não cancelem a festa! Esperem, que darei um jeito na situação”. Em seguida, procurou a raposa, lá na toca, a quem disse: 

“Olha, eu vim aqui, porque se aproxima o dia da nossa grande festa! Estamos organizando os lugares, no banquete! Como sei que você foi convidada, querida raposa, vim pedir-lhe que escolha seu lugar. Há espaços, por ora, ao lado dos amigos cães de caça e de corrida”. Ao ouvir falar de cães, a raposa ficou sem graça, e, tentando disfarçar, disse: “Olha, eu até já ia mandar avisar vocês, que fico muito grata pelo convite, mas, infelizmente, não poderei comparecer”. Então, gostou dessa solução da garça? Pensem nisso!